Vou ser pai! E agora?

Vai dar tudo certo, pai =)

Vai dar tudo certo, pai =)

Não importa se você está casado, namorando, ficando, morando junto… Um dia ela chega e fala: precisamos conversar… E você, crente que vai levar um fora ou aguentar uma DR, escuta: Estou grávida!

Mesmo para os casais que esperam, desejam e estão tentando ter um filho, essa notícia pode ser um choque para o homem. Para a mulher digerir essa notícia é um pouco mais fácil, afinal, ela é quem está gerando e carregando o bebê. O instinto materno pode até demorar um pouco, mas uma hora, acaba aflorando.

Mas e para o homem? O que o espera? Como será que a mulher vai ficar durante a gravidez? E isso aí essa pessoa que está chegando, o quê quem é? Como agir, o que fazer? Bem, como quase tudo na vida, não tem manual. E como minha mãe diz, ser mãe é um fato: ser pai, uma constatação. Mas tem algumas coisas que o homem futuro papai pode parar para pensar e compreender um pouco melhor o que está por vir.

Primeiro, não adianta resistir à ideia. Está feito, pronto. Não sabe se o filho é seu? Veja bem, em tempos que o teste de DNA pode ser feito no laboratório ali da esquina, a mulher tem que ser muito doida para mentir uma coisa dessas. O fato é que o bebê está ali, se formando e depois de nove meses vai nascer, esperando para ser amado, como você aprendeu na escola. Isso não significa que você é obrigado a casar, morar junto, mas sim que é obrigado a cumprir com as suas obrigações de pai.  Perante a lei, pagar uma pensão. Perante o seu filho, amá-lo e participar o mais ativamente possível da vida e do crescimento dele. Se não quiser fazer isso ok, mas fica um alerta: a vida manda a conta mais tarde. Mas vale ler o restante do texto para pensar um pouco mais no assunto.

A gravidez e a fase de bebezinho do seu filho passam rápido. São uns dois ou três anos da sua vida que vão correr na velocidade da luz. E que não voltam. Aproveite. Acompanhe o crescimento da barriga, faça carinho na barriga (e na mamãe), seja gentil, e carinhoso, evite que ela passe nervoso. Compre um presentinho para o seu filho, um presentinho para a mãe (não precisa ser hoje nem agora, mas não deixe de fazer isso e demonstrar carinho).

O bebê que está dentro da barriga dela é uma pessoa. Sim, uma pessoa. Pequenininha, que ainda não sabe fazer nada. No começo, os bebês choram, cagam fazem cocô, mamam e dormem. Ainda não aprenderam muita coisa, apenas sabem que precisam disso para viver. Mas pode ter certeza: logo eles se revelam cheios de personalidade e tão espertos que você nem vai acreditar. Você vai se sentir orgulhoso de coisas que nem imaginava: ver aquela fralda cheia de cocô, escutar um arroto, receber um sorriso, conseguir fazer aquela coisinha pequenininha dormir.

Pode parecer meio abstrato e até bizarro, mas é verdade. Portanto, fique tranquilo: o futuro é bom. Bom e feliz.

Pode não ter sido da forma que você não imaginou, a grana pode estar curta, você pode não estar numa boa com a futura mamãe, mas tudo vai desaparecer quando você tiver o bebê nos braços. Por isso, algumas dicas:

  • Participe do pré-natal. Se importe. Vá assistir ao ultrassom. Se não der, peça para a mãe gravar um DVD.
  • Seja gentil com a grávida. Ela não engravidou sozinha. Conforme a gravidez avança, tudo fica mais complicado: ficamos enjoadas, cansadas, estressadas, sem dormir, fica complicado andar grandes distâncias. Evite brigas e estresse.
  • Conte para sua mãe, irmã e demais pessoas da sua família, de preferência, antes do bebê nascer. Na verdade, o mais cedo possível! Eles podem querer participar da gravidez e do parto, e você não deve tirar isso deles. É um membro da família que está chegando e que merece ser amado.
  • Pesquise sobre o assunto. Paternidade, gravidez, bebês, sono de bebês, cólicas e desenvolvimento de bebês são boas palavras-chave para colocar no buscador.
  • Converse com outros pais. Papo de homem pai. Tire dúvidas, se informe, pegue dicas, divida o que está pensando.

Para você já ir ficando craque no assunto:

O bandeirinha, o atacante e a bola

10 ideias para acalmar e agradar uma grávida

Sexo durante a gravidez

Dicas para o nenê dormir bem

Não faça o que eu não posso manter

Está quente, está frio

Como trocar fraldas

* Para o Marcão, com carinho.

* Foto: www.sxc.hu

Anúncios

Um pensamento sobre “Vou ser pai! E agora?

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s