Minha filha está virando mulher?

Sua princesinha está crescendo? Começou a experimentar as roupas da mãe, fica brincando com os saltos? Ou já sai com as amigas, tem namorados, pede por mais privacidade… Quais os sinais de que sua princesinha está crescendo e entrando na puberdade? Tais dúvidas podem atormentar os pais, especialmente os pais solteiros.

Brincar com as roupas dos pais é uma forma de brincar e experimentar da criança, portanto não é motivo para tempestades e preocupações. Lembre sempre que a criança está vendo e aprendendo tudo pela primeira vez: tudo é novidade e brincadeira.

Alguns sinais clássicos do começo da adolescência das meninas:

  • Pedido de mais privacidade – especialmente no que diz respeito ao pai;
  • Mudança de interesses – a boneca e os outros brinquedos começam a ficar de canto e a garota começa a se interessar mais pelas roupas, músicas e, entre outros assuntos, meninos;
  • Maiores cuidados com aparência, roupas, cabelos para se tornarem mais atraentes.

Alguns assuntos são delicados para um pai tratar: a menarca (mais conhecida como primeira menstruação) e o uso de sutiãs. Como você vai tratar isso depende muito do seu temperamento e do seu relacionamento com a filhota. Se você não se sentir à vontade com o assunto e nem sentir que tem intimidade suficiente para falar com a filhota, pode delegar a “conversa” para uma tia, avó ou outra mulher da família ou de confiança e com convívio próximo porque já passaram pela situação e sabem mais sobre as cólicas e o uso de absorventes, explica Adriana Iassuda, Coordenadora Pedagógica do Colégio Itatiaia. Da sua parte, você deve lembrar que nem sempre ela está preparada para a “novidade” e demonstrar calma e mostrar que está ali para ajudar.

Não se desespere: o crescimento da sua filha é algo normal e inevitável: uma hora isso iria acontecer. É pai, ela não vai ser uma garotinha para sempre. Cuidado com o ciúme. Adriana alerta que “o ciúme vem junto com o sentimento de proteção e a sensação de que ele (pai) já não é mais o centro de atenção da sua filha. Lidar com a divisão de sentimentos onde de um lado está ele (pai) e de outro o “namorado” ou “ficante” pode gerar uma instabilidade emocional e nesse deixar o pai mais fragilizado”.

É essencial reconhecer, ao menos para si mesmo, que está com ciúmes e medo de que sua filha sofra. Depois, deve-se encarar que a filhinha cresceu. Adiana explica que “é necessário ter cuidado para não implicar com tudo o que a garota quiser fazer ou proibir coisas que antes eram permitidas ou desnecessárias. Esse tipo de atitude só vai afastar você de sua filha”. Procure sempre conversar e compreender porque aquilo (roupa, saída, viagem, etc) é importante pra ela. Assim, vocês podem chegar a um acordo que satisfaça a ambos.

Imagem: Pinterest

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s