E o papai, tá perdido?

Quando soubemos que estávamos grávidos foi um choque. Só descobri a gravidez no quarto mês, em um período conturbado das nossas vidas. Foi então que eu passei a ser duas pessoas (Tati + Enzo) e o Rodrigo, meu marido, virou o carregador das malas (meu Deus, como um bebê tem tralhas!). No meio dessa bagunça, surgiram uma mãe e um pai que estão se redescobrindo como pessoas. Melhor dizendo, estão virando novas pessoas.

No meio da aventura da paternidade, eu percebi que, enquanto renascia como mãe, meu marido se perdeu em algum lugar. Afinal, como se diz por aí, ser mãe é um acontecimento, ser pai é uma constatação. E parece que não é raro os pais se perderem, especialmente por se sentirem meio de fora dessa relação tão intensa entre mãe e filho. Pais, não se afastem! Queremos e precisamos de vocês por perto.

Por isso, como mulher e mãe, vou escrever aqui os papais sobre essa aventura que é ter um filho e com dicas e reflexões para que os papais encontrem seu espaço como homens e maridos e que as mamães façam seus maridos sentirem-se uma parte importante e atuante da família. De forma direta e, prometo, com o mínimo de #mimimi possível.

E estou aberta a todo tipo de dúvida que os papais tenham, ok?

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s